Ir para a página inicial FUTEBOL CLUBE DE GAIA
Desde 1908
Ir para a página inicial FUTEBOL CLUBE DE GAIA
Desde 1908
Home » Basquetebol » Gaia Summer Camp » Projeto Pedagógico

PROJETO PEDAGÓGICO E DE ANIMAÇÃO DE CAMPOS DE FÉRIAS

I – Caraterização geral da entidade

  1. Descrição

Agremiação desportiva fundada em 1908 por um grupo de jovens entusiastas de futebol liderado por Manoel dos Santos, com o objetivo de poderem enfrentar outros grupos já formados na outra margem do rio, mais precisamente na rua da Rainha, no Bessa e em Leixões. Para além de fundador e principal impulsionador, Manoel dos Santos foi o primeiro Presidente da Direção do então recém-nascido ”Foot-ball Club de Gaia”.

O Futebol Clube de Gaia é, por conseguinte, a associação desportiva mais antiga do concelho de Vila Nova de Gaia e uma das mais emblemáticas.

O campo de jogos da fundação do Clube localizou-se nos terrenos anexos ao Campo Militar da Serra do Pilar, num espaço plano que servira de redondel à Praça de Touros.

Por volta dos anos 20, o Futebol Clube de Gaia transferiu as suas instalações para um espaço existente na Rua João de Deus, onde foi construído o seu parque de jogos, denominado Parque de Jogos João de Deus.

Até meados da década de 50, praticou naquelas instalações para além do Futebol, o Andebol, o Basquetebol, o Voleibol, o Atletismo, o Hóquei em Campo e Ténis, até que confrontado com interesses de carácter imobiliário pelo proprietário do terreno, foi desapossado daquelas instalações que deram lugar ao atual espaço habitacional, tendo a intensa a atividade desportiva desenvolvida naquela fase sido abruptamente interrompida.

Apenas foi conseguido para o Clube no mesmo local uma fatia do terreno com cerca de 3000m2 onde foi construído o atual Pavilhão, no qual estão concentradas as atuais instalações desportivas e sociais.

Recomeçou com esta construção uma elevada atividade desportiva nas modalidades de Andebol, Basquetebol, Voleibol, Ginástica e mais tarde o Futsal, extinta em 2000, que ao longo dos anos proporcionaram a prática desportiva a milhares de atletas gaienses, e não só, de ambos os sexos.

Atualmente, por incapacidade do espaço e dificuldades financeiras, apenas desenvolve a atividade nas modalidades de Andebol, Basquetebol, Ginástica Artística e Futebol - consideradas pelos seus feitos como históricas para o Clube – focalizando prioritariamente toda a ação na área de formação desportiva, na qual movimenta permanentemente em todos os escalões juvenis cerca de 550 atletas.

Todo este dinamismo traduz para o Clube uma elevada despesa, agravada com o custo da manutenção do Pavilhão Desportivo – com 50 anos de vida - em constante degradação e completamente desajustado face à realidade dos atuais critérios de exigência, quer no campo desportivo quer logístico, a obrigar a uma urgente reabilitação ou substituição.

Desportivamente, durante os seus 108 anos de vida, o Futebol Clube de Gaia conquistou para o concelho variadíssimos títulos, nacionais e regionais, nas mais diversas modalidades e escalões, essencialmente nos mais jovens.

Em Agosto de 2011 por Deliberação da Direção e ao fim de 60 anos de paragem, foi reativado o Futebol no Clube através da criação de uma Escola de Formação da modalidade, cuja atividade é atualmente desenvolvida no Estádio Municipal da Lavandeira, após cinco épocas consecutivas no campo sintético do Colégio de Gaia.

O Futebol Clube de Gaia é considerado desde 1980 “Instituição de Utilidade Pública” a par de outros reconhecimentos conferidos por Entidades Nacionais e Locais, com destaque para a Medalha de Bons Serviços Desportivos concedida pelo Governo em 23.06.1989.

 

Identificação e caraterização da entidade

a)     Objetivos da entidade

  • Suporte e promoção da prática do Desporto (Basquetebol, Andebol, Futebol e Ginástica) no Concelho de Vila Nova de Gaia;
  • A promoção do Desporto (Basquetebol, Andebol, Futebol e Ginástica) como atividades desportivas de interesse no Concelho de Vila Nova de Gaia;
  • A prática do desporto com carácter regular e diversificado, consciencializando individual e coletivamente o público-alvo para a atividade física e a criação de hábitos saudáveis;
  • O fomento de parcerias que permitam o desenvolvimento de atividades associadas à prática do Desporto (Basquetebol, Andebol, Futebol e Ginástica), através da disponibilização de recursos técnicos, materiais e financeiros, suportando a sustentabilidade e continuidade do projeto;
  • O desenvolvimento de ações formativas com o intuito de suportar a ligação entre a prática desportiva e a melhoria de competências e da ética desportiva;
  • A ligação entre os vários componentes do tecido social no Concelho e os vários agentes privados e públicos através da prática do Desporto (Basquetebol, Andebol, Futebol e Ginástica) por este público-alvo;
  • O aumento da prática desportiva e da diversidade do ensino desportivo em ambiente escolar;
  • A formação pedagógica dos professores, alunos e pais, em valores e competências associadas à prática desportiva positiva, criando agentes de mudança positiva e eliminação de maus comportamentos no desporto como a falta de ética, doping, comportamentos inadequados, falta de fair-play, discriminação, etc.

b)     Recursos Humanos

O projeto conta com um conjunto de recursos humanos de suporte à prossecução dos objetivos e das atividades desenvolvidas, dividindo-se em recursos em regime de voluntariado e recursos pagos. De forma a limitar os custos e pela natureza introdutória do projeto, foi definido que a Entidade Gestora e o Concelho Coordenador irão recorrer ao voluntariado sempre que for possível.

O GAIA SUMMER CAMP conta atualmente com um Coordenador Técnico, experiente no treino de basquetebol e com conhecimentos profundos da modalidade e da sua presença nas escolas e no Concelho de Vila Nova de Gaia, bem como dos clubes desportivos que a praticam. Esta pessoa garante a execução das atividades, coordenação dos diversos parceiros e agentes participantes, gestão de recursos financeiros (com supervisão da Entidade Gestora), gestão dos recursos materiais, e garantir o bom funcionamento e decorrer do projeto na sua totalidade.

Conta adicionalmente com Treinadores e Voluntários do Futebol Clube de Gaia, com experiência em desporto, psicologia e gestão, e que colaboram no sentido de gratuitamente:

  • Providenciam formação pedagógica e comportamental a pais, professores e alunos;
  • Acompanham as formações técnicas dos treinadores;
  • Fazem reuniões com eventuais parceiros;
  • Apoio na dinamização dos campos de férias com a marca GAIA SUMMER CAMP para a ocupação de crianças e jovens;
  • Efetuam o acompanhamento técnico e desportivo, suportando a execução das atividades desportivas a decorrer ao longo do ano letivo;
  • Efetuam a gestão administrativa, financeira, contabilística e documental do projeto;
  • Apoiam à coordenação enquanto membro do Concelho Coordenador do projeto;

 

II – Caraterização da instituição como entidade organizadora de campos de férias

Missão

O Futebol Clube de Gaia criou este projeto com o objetivo de desenvolver nas crianças, através da prática desportiva, competências sociais e comportamentais, transversais ao seu crescimento, tais como: trabalho em equipa, comunicação, criatividade, respeito pelos outros, autonomia, fairplay, entre outros. Com a prossecução dos campos de férias, é nosso intuito dar continuidade a estes princípios e objetivos num ambiente diferente, mas com a mesma metodologia.

Visão

A nossa visão é a criação de Campos de Férias que promovam a prática do desporto saudável, elevando o número e o nível de praticantes, bem como desenvolver princípios éticos e competências que irão guiar os jovens atletas no resto da sua vida. Pretende-se que todas as crianças tenham igual oportunidade e por isso queremos estender este projeto a todas as oportunidades que surjam, tanto durante as edições que decorrem em ambiente escolar, como agora durante as Férias Escolares, através dos Campos de Férias.

Objetivos

O objetivo dos Campos de Férias passa por ter uma continuidade ao longo do ano, aumentando gradualmente o impacto que pretendemos ter junto das crianças e jovens a praticar desporto, bem como:

  • Proporcionar umas férias ativas e divertidas, das quais possam guardar as melhores recordações.
  • Contribuir para o reforço da autoestima de cada participante;
  • Fomentar nos participantes a autonomia, a iniciativa e a criatividade, cultivando a participação ativa nas diferentes atividades propostas;
  • Fomentar entre os participantes as relações interpessoais e de solidariedade, apelando ao seu sentido crítico e de responsabilidade;
  • Proporcionar aos participantes atividades que contribuam pedagogicamente para o seu desenvolvimento integral e harmonioso, ao nível psico-motor, cognitivo e sócio afetivo;
  • Favorecer a inter-relação família/treinadores/instituição, em ordem a uma valorização da prática do desporto;
  • Adequar as diferentes atividades desportivas, à faixa etária dos participantes, subdividindo-os em grupos;
  • Garantir um bom ambiente de trabalho e coesão da equipa pedagógica;
  • Atingir um grau satisfatório de todos os participantes, bem como dos seus encarregados de educação, relativamente às atividades programadas;
  • Garantir que todas as atividades decorram em espaços seguros, com regras bem definidas, sob a atenção permanente dos monitores;
  • Criar momentos de diversão e brincadeira, oportunidades para explorar os limites, arriscar e assumir responsabilidades.

 Estratégias educativas e pedagógicas

O nosso compromisso assenta em dois fatores fundamentais: criar um ambiente favorável ao nascimento de empatia entre todos os elementos do grupo, proporcionando a transmissão de valores essenciais ao crescimento de seres humanos melhores e o carácter lúdico-pedagógico das atividades.

Usando a prática do Desporto como mote pretendemos transmitir um conjunto de valores como a solidariedade, o espírito de entreajuda, a amizade, o respeito pelos outros, o gosto pelo desporto e por um estilo de vida saudável.

Consideramos a aprendizagem como resultado de uma aquisição conjugada de conhecimentos, atitudes e comportamentos, sendo todas as ocasiões suscetíveis de se revelarem como experiências educativas. Dentro da prática desportiva, serão desenvolvidas atividades capazes de desenvolver a autonomia das crianças, fomentar a socialização entre os pares e com os monitores, promover o respeito pelas regras do jogo e do grupo, valorizando a cooperação e entreajuda como forma de obter melhores resultados. A aquisição de hábitos alimentares saudáveis, divulgar e elevar o número de participantes desta modalidade é também uma prioridade.

 Áreas de intervenção

O Campo de Férias irá intervir especialmente em duas áreas:

-       Fomento da prática de desporto, hábitos desportivos, metodologias de treino, contacto com atletas profissionais, competição e colaboração;

-       Fomento das competências das crianças e jovens, com foco no desenvolvimento das suas capacidades de trabalho de equipa, liderança, superação, resiliência, abordagem mental positiva e o crescimento em global da criança/jovem enquanto atleta e enquanto pessoa.

 Plano de atividades

Os Campos de Férias a desenvolver poderão ser compostos por um conjunto de atividades, nas quais se incluem:

-       Treinos técnicos nas mais diversas modalidades (Basquetebol, Futebol, Andebol e Ginástica) que abranjam a totalidade das regras, metodologias, práticas e conceitos;

-       Jogos, mini torneios, concursos associados às diversas modalidades;

-       Deslocações a recintos desportivos;

-       Deslocações e atividades em ambientes lúdicos (praia, piscina, parque, etc.);

-       Palestras, workshops e outros associados à divulgação de práticas desportivas adequadas, metodologias de treino, hábitos de vida saudáveis, etc.

Ao longo destes momentos iremos aproveitar a oportunidade para potenciar o respeito pelas regras e pelos outros, promover valores como a cooperação, o fairplay, interculturalidade, entre outros.

Para fomentar a socialização entre os nossos participantes iremos utilizar técnicas de quebra-gelo e dinâmica de grupo, de forma a facilitar a comunicação e autonomia.

 Duração das atividades

Os Campos de Férias, não residenciais, irão ter a duração semanal, a decorrer em período de férias letivas de verão, não estando previsto um limite máximo (dentro do horizonte temporal).

Pessoal Técnico

A equipa será constituída por um Diretor, um Coordenador Técnico e um rácio de Animadores/Monitores que corresponda e de acordo com o artigo 16º do Decreto Lei nº 32 de 7 de Março de 2011, durante o período em que decorrem as atividades o rácio monitor-participante é: Um monitor por casa seis participantes nos casos em que a idade destes seja inferior a 10 anos e um monitor por cada dez participantes nos casos em que a idades destes esteja compreendida entre os 10 e os 17 anos.

A Direção do Campo de Férias será executada por um elemento da direção do Futebol Clube de Gaia.

Toda a restante equipa técnica será selecionada com base nos seguintes critérios, sendo que serão apenas escolhidas pessoas que os cumpram na totalidade:

a)     Aptidão mental e física, comprovada por atestado médico para o efeito;

b)     Relativamente aos Monitores - Idade superior a 18 anos; Relativamente aos Coordenadores – Idade superior a 21 anos;

c)     Possuir a escolaridade mínima obrigatória;

d)     Inexistência de registo criminal, comprovada por documento oficial;

e)     Relativamente aos Monitores/Animadores - Experiência comprovada da prática desportiva profissional ou treino técnico de basquetebol de pelo menos 1 ano OU conhecimentos comprovados (certificado de habilitações) no ensino de desporto a crianças dentro do limite de idades definido OU experiência comprovada na área da psicologia, preferencialmente psicologia aplicada ao desporto (através de análise de CV e certificado de habilitações)

f)      Relativamente ao Coordenador Técnico – Experiência extensa comprovada na prática e/ou treino profissional de basquetebol, preferencialmente enquanto selecionador, treinador ou treinador-adjunto, de pelo menos 3 anos;

g)     Deverão demonstrar princípios de ética, moral, comportamento e competências compatíveis com os objetivos e visão do Futebol Clube de Gaia. Deverão também demonstrar motivação para a aquisição de competências no exercício destas funções.

Cada elemento da equipa técnica que irá ser constituída para o Campo de Férias será selecionada através de um processo de entrevistas coordenadas pelo Diretor do Campo de Férias, no mínimo duas e em momentos diferentes.

Cada elemento da equipa técnica terá acesso a formação complementar, para que possam transmitir estes conhecimentos aos participantes. Adicionalmente, terão também acesso a formação complementar em metodologias de treino das mais diversas modalidades, caso se verifique necessário.

Irá ser dada preferência à seleção de elementos da equipa de Monitores/Animadores que possuam cerificação ou formação para a prática da profissão.

Avaliação dos campos de férias

A avaliação dos campos de férias irá decorrer a três níveis e em diferentes momentos:

a)     Avaliação da equipa técnica – a equipa será avaliada em dois momentos distintos:

        i.      No final do 2º dia do Campo de Férias, com a presença do Diretor do Campo de Férias, em que os participantes serão incentivados a comentar e criticar os aspetos que considerem positivos e negativos. O Diretor deverá incorporar as informações e efetuar os ajustes que considere necessários;

        ii.      3 dias após o término do Campo de Férias, por meio de inquérito eletrónico, sobre o comportamento, aspetos positivos e negativos da equipa técnica, pontos a melhorar, sugestões e queixas. Este inquérito também irá incorporar questões sobre os restantes aspetos do Campo de Férias, nomeadamente instalações, atividades, restantes participantes e satisfação geral.

b)     Auto-avaliação da equipa técnica – em dois momentos distintos:

        i.      No final do 2º dia do Campo de Férias, após a avaliação efetuada pelos participantes, e com a presença do Diretor para discussão e reflexão sobre aspetos a melhorar ou modificar tanto nos aspetos práticos como no comportamento da equipa técnica;

        ii.      No final do Campo de Férias cada Coordenador e Animador/Monitor deverá elaborar um relatório de auto-avaliação e reflexão e entregar, no prazo de 3 dias, ao Diretor. O Diretor por sua vez irá elaborar e partilhar um relatório de avaliação de cada elemento da equipa técnica.

c)     Avaliação do Campo de Férias, a decorrer após um determinado período de tempo, sendo agendada uma reunião entre o Diretor, a equipa técnica e todos os participantes e/ou responsáveis legais que queiram comparecer, para avaliar expectativas, partilhar os resultados dos inquéritos de satisfação e apreciação geral do trabalho realizado.

2018 © Futebol Clube de Gaia. Todos os direitos reservados
By JCRS-TECH.COM